Innovatrix

Reflexões de um cidadão sênior

ranzinza

Reflexões de um cidadão sênior (digamos assim. O post é meu, certo?):

1- Eu realmente aprendo com a idade, o chato é que o que aprendo geralmente evidencia quão estúpido eu era antes.

2- Em meus debates com médicos que gostariam de perpetuar o status quo, noto que tudo que dizem antes do “mas” é o que querem que eu ignore; e tudo que dizem depois do “mas”, é o que eu devo ignorar.

3- Sempre que lhe oferecerem alguma coisa em troca de nada (ex.: assistência à saúde excelente, universal e grátis), lembre-se: camundongos morrem em ratoeiras porque não entendem que o queijo não pode ser grátis. Tudo que tem valor tem custo.

4- Se existisse informação em saúde, a crise do sistema se resolveria. Mas saúde é caixa preta nunca aberta. Informação presa não é informação. Digital ou não, na nuvem ou no HD, não é informação. Informação é efeito, não estoque; é transformação, movimento, não armazenamento.

5- Quedas de avião tornam a aviação mais segura porque todo mundo fica sabendo das causas dos erros. Caixas pretas existem em aviões para terem seu conteúdo exposto. Já em saúde, a má prática fica escondida porque ninguém precisa abrir as“caixas pretas” do setor. Não é possível gerar valor para o paciente assim.

 

Leia também