Innovatrix

Trajetória

Interessei-me por Física porque sempre fui seduzido pela ideia de um tipo de saber não dependente de personalismos: gurus, autoridades, essas coisas. Fui me convencendo de que o processo de se fazer ciência é ainda mais importante que os resultados que a ciência obtém, pois reflete uma mentalidade fundamental para que “se obtenha resultados no mundo”, de uma maneira geral.

Essa sempre foi uma obsessão : não só falar nas coisas, mas fazer coisas acontecerem. Criar hipóteses (apostar), medir o resultado e tentar outra coisas dependendo do que se obtém. Mais tarde, o mesmo espírito me levaria ao mundo da gestão.

Físico pela UFRJ com mestrado em Engenharia Nuclear pela COPPE em 1976. Depois de onze anos de trabalho como Físico (5 dos quais na Alemanha),mudei de profissão e fui para a Amil Assistência Médica – em 1987, sem nenhuma experiência em negócios. Comecei implantando um processo de Gestão pela Qualidade que foi pioneiro em indústrias de serviços no Brasil.

Fiz o MBA EXECUTIVO na COPPEAD em 1991, e o STRATEGIC MARKETING MANAGEMENT em HARVARD. De 1990 até 2000 fui diretor de Marketing da Amil Assistência Médica-gestores também têm de gerar resultado fazendo apostas bem informadas sobre o mundo. Nisso, são iguaizinhos aos físicos. Vi claramente que todo tipo de pessoa deve ter um olhar de gestor – independentemente de sua formação. O que conta em gestão (marketing, estratégia) são resultados,não é papo, não é ideologia.

Escrevi 8 livros e dezenas de artigos e colunas para revistas como EXAME e ÉPOCA NEGÓCIOS, SUPERINTERESSANTE e VOCE SA .

Ganhei O PREMIO ABRIL DE JORNALISMO em 1997 por um ensaio publicado em EXAME: “EM BUSCA DE OTÁRIOS

Meu livro de 2010 (com Adriano Lima) – INNOVATRIX – é resultado de uma exaustiva pesquisa que teve como ponto de partida um estudo realizado pelo engenheiro e cientista russo Genrich Altshuller. Com ele, descobri que é possível construir, a partir da ciência, o conhecimento prático para inovar nas empresas e na vida.
Em meu livro mais recente – A INTRIGANTE CIÊNCIA DAS IDEIAS QUE DÃO CERTO – A MÁGICA DOS AMBIENTES INOVADORES (2015), retomo e aprofundo o tema.
No final de 2000 deixei a Amil para me dedicar somente a escrever, fazer palestras e conduzir workshops.
Em meu primeiro livro-EM BUSCA DA EMPRESA QUÂNTICA,de 1996, eu sugeri que a nascente teoria dos sistemas complexos iria inspirar soluções para o mundo das empresas. Naquela época essa era uma ideia incipiente, agora ficou madura .Não é mais especulação é método, ferramenta. É INNOVATRIX.
Basicamente, minha “cabeça de físico” continua motivando tudo o que faço.